O fantasma das melancias

COMPANHIA DE TEATRO DE ALMADA

O fantasma das melancias

Teatro

Sábado, 4

11:00, Avanteatro


Domingo, 5

11:00, Avanteatro

Textos de Claeyssen, Espina e Acuña

Encenação de Teresa Gafeira

COMPANHIA DE TEATRO DE ALMADA

Este é um espectáculo com três histórias, escritas pelos autores argentinos Juan Enrique Acuña (jornalista e escritor, 1915-1988), Luis Marcelo Claeyssen (dito Lucho, mestre do teatro de marionetas) e Roberto Espina (actor e encenador, 1926-2017). Teresa Gafeira deu vida em palco a um velho avarento, a um galo que queria ter dentes e a um menino da mamã que, só porque sim, tratava mal as melancias do quintal. 
A primeira história é sobre alguém muito forreta, ou seja, alguém que não quer gastar dinheiro nenhum, para poder juntar cada vez mais (há pessoas assim, na vida). 
Alguém que gosta tanto do dinheiro que o acaricia moeda a moeda e não se importa de só comer uma vez por semana – uma sopa horrível. Até que acontece qualquer coisa: uma magia. A segunda história é sobre um galo, neto de um general e de uma generala, que quer tanto ter dentes que acaba por conseguir que um urso dentista lhe arranque um dente muito grande e muito velho que o galo não tinha (!) dentro da boca, e que pertencia a um outro animal. A terceira história é sobre um rapaz mal-comportado, comilão, guloso, dorminhoco, birrento, preguiçoso, que desobedece à mamã e que tem a mania que é muito valente. O nome desse rapaz é Churrinche e o público vai ter de tomar conta dele – e também das melancias, pois o rapaz, coitado, não dá conta do recado. Mas não será preciso sair do lugar, pois tudo se fará em modo remoto e colaborativo entre o público e o rapaz.

Duração: 50 min. | M/3

Intérpretes João Farraia, Pedro Walter, Vera Santana

Cenografia Teresa Gafeira

Desenho de luz José Carlos Nascimento

Figurinos Teresa Capitão

Operação de luz  Paulo Horta

Partilha

, Av. Baía Natural do Seixal 415, Amora, Seixal, 2845-606
Av. Baía Natural do Seixal 415, Amora Seixal, Setúbal 2845-606