Parido Comunista Português

Espaço Central

Espaço das Artes

O Espaço das Artes da Festa do Avante!, no Pavilhão Central, vai receber três exposições: uma de medalhística, uma colectiva de pintura e escultura, e um projecto de arte com base na disciplina serigrafia.

Na medalhística, teremos uma exposição do escultor João Duarte, com uma vasta obra e percurso internacional, que este ano comemora 40 anos de actividade.

Em relação à Colectiva de Pintura e Escultura, serão expostas obras da autoria dos artistas, Acácio Malhador, Alfredo Luz, Ana Lima Neto, Ana Teixeira, Sérgio Vicente e Virgínia Froes.

Ainda no âmbito da exposição será apresentado o projecto Galdéria, um projecto de arte e de edição artística, com base na disciplina de serigrafia, apresentando diferentes propostas de vários artistas, com uma forte componente de ilustração. Este projecto artístico, que pretende tornar visíveis diferentes abordagens relacionadas com a linguagem visual de novos criadores, é um ponto de encontro de vários jovens artistas com percursos diferenciados.

Por fim, o Espaço das Artes apresenta uma banca onde, para além de uma medalha alusiva à Festa do Avante! da autoria de João Duarte, se podem comprar obras de arte em exposição, serigrafias, peças de artesanato e diversos catálogos.

João Duarte, a excelência da medalha-objecto

A terceira exposição patente na edição deste ano do Espaço das Artes Plásticas da Festa do Avante! é dedicada à obra medalhística de João Duarte, que cumpre quatro décadas de reconhecida (e premiada) actividade artística: recentemente foi galardoado com o Saltus, prémio atribuído pela Sociedade Numismática dos Estados Unidos da América e mais importante consagração mundial nesta disciplina artística, e muitas das suas criações encontram-se nos melhores museus do mundo, desde logo o British Museum.

Ao longo da sua carreira artística, que 40 anos depois prossegue com invejável criatividade e dinâmica, João Duarte integrou a Federação Internacional da Medalha (FIDEM) e participou em vários dos seus congressos, fez parte da Sculptor’s Guild de Nova Iorque, efectuou exposições individuais e colectivas em diversos países e recebeu muitos outros prémios. Entre outras, concebeu em 1994 a moeda de 100 escudos comemorativa dos 50 anos da FAO, Organização das Nações Unidas para a alimentação e agricultura.

Partilha