Festa do Avante! 2017 - 1, 2 e 3 de Setembro - Atalaia | Amora | Seixal

Companhia de Dança de Almada

Fobos

Dança

Dança para a infância

Coreografia: Bruno Duarte

Apoio à conceção do projeto: Ana Macara e Maria João Lopes

Texto: António Torrado

Interpretação: Beatriz Rousseau, Bruno Duarte, Francisco Ferreira, Joana Puntel, Luís Malaquias, Mariana Romão, Raquel Tavares

Desenho de luz: Cláudia Rodrigues

Assistente de coreógrafo e ensaiadora: Maria João Lopes

Seleção e edição musical: Bruno Duarte

Operação de som: José Pacheco

Figurinos: Alexandra Monteiro

Adereços e cenário: Ca.DA

O medo, sentimento universal, tão avassalador quanto essencial.

Acompanha-nos diariamente e faz-nos muitas vezes questionar a nossa coragem.

Mas existem medos muito diferentes, entre materiais e abstractos, entre os que precisam de ser conquistados e os que são essenciais à sobrevivência.

“Fobos” é um mergulho no desconhecido, uma tentativa de compreender aquilo que nos assusta e porque nos assusta. É uma caixa cheia de desconhecido.

Fecha os olhos. Dá um passo em frente!

A Companhia de Dança de Almada (Ca.DA) é uma associação cultural sem fins lucrativos, que desenvolve a sua atividade essencialmente nas vertentes da criação artística e formação em dança. É constituída por um corpo de profissionais com formação especializada, com vasta experiência quer na organização e produção de eventos culturais, quer no ensino da dança, e na formação e sensibilização de públicos.

Fundada por Maria Franco, iniciou atividade como companhia profissional de dança contemporânea em 1990. Desde então, produziu mais de uma centena de peças de coreógrafos nacionais e estrangeiros, e realizou mais de mil espetáculos, que foram vistos no país e no estrangeiro, nomeadamente na Europa (Espanha, França, Suíça, Itália, Grécia, Croácia, Polónia, República Checa), África (Cabo Verde), América (Brasil) e Ásia (China).

Organiza, desde 1992, o festival internacional Quinzena de Dança de Almada, onde promove o intercâmbio entre criadores e bailarinos portugueses e a comunidade internacional.

Em 1998 fundou a Ca.DA Escola, cuja atividade desenvolve de forma continuada, com cursos de formação vocacional e cursos livres.

Partilha