Espaços das organizações regionais

Tradições, dramas e lutas de um povo

Em ano de aniversário tão expressivo como é o quadragésimo, a Revolução de Abril estará em destaque nos espaços das organizações regionais do PCP na Festa do Avante!. Mas falar de Abril não é apenas (nem fundamentalmente) falar de história – é falar de projecto, de futuro. E também de quão distante está o País, hoje, das potencialidades que Abril libertou.

Dos Açores e da Madeira chega, para além da riquíssima gastronomia dos dois arquipélagos, a luta dos comunistas e das populações pelo desenvolvimento e pela autonomia e a intensa actividade do PCP em ambas as regiões autónomas. No espaço do Alentejo, onde estão reunidas as organizações partidárias de Beja, Évora, Portalegre e Litoral Alentejano, é garantida a boa disposição, acompanhada pelos famosos e deliciosos pratos e vinhos regionais. A reforma agrária – conquista de Abril e necessidade do nosso tempo – estará em destaque.

Vindos de uma região profundamente afectada pelo desemprego, pela precariedade, pela sazonalidade e pela destruição dos serviços públicos, o Algarve leva todos estes problemas à Festa do Avante!, enquanto Aveiro destaca a importante conquista de Abril que é o Serviço Nacional de Saúde e a intensa actividade do Partido no distrito.

No espaço da Organização Regional de Braga há o melhor da cultura do distrito, patente na gastronomia e na decoração, a partir dos motivos tradicionais. A exposição política foca a situação politica e social, as lutas dos trabalhadores e das populações e as posições do Partido. Bragança não deixará de mostrar o que de melhor se faz num distrito que, por acção de sucessivos governos, sofre os efeitos da emigração e da desertificação, tal como os de Castelo Branco e Guarda e o de Viseu, os quais somam a estes problemas o elevado desemprego e os despedimentos que se agravaram nos últimos tempos.

Tal como em Coimbra, também no espaço de Leiria está em relevo a luta dos trabalhadores e das populações, a que se somam as comemorações dos 80 anos do levantamento operário de 18 de Janeiro de 1974 e dos 50 da fuga de Álvaro Cunhal da fortaleza de Peniche. A recente IX Assembleia da Organização Regional de Leiria do PCP e suas conclusões também está em destaque.

No espaço de Lisboa cruzam-se os bons pratos e petiscos da região com a animação do Café-concerto e a intervenção política: assinala-se os 40 anos do 25 de Abril através da expressão artística centrando o olhar no processo prolongado que foi a sua construção, com o combate ao fascismo e a luta pela liberdade, as conquistas do período revolucionário, a resistência à contra-revolução e o necessário desenvolvimento retomando os valores de Abril como parte integrante da construção do socialismo.

No actual contexto de acelerado ataque aos direitos e condições de vida do povo português, a participação da Organização Regional do Porto na Festa do Avante! destaca as conquistas de Abril e o projecto de futuro protagonizado pelo PCP. Sob o tema «Os Valores de Abril no futuro de Portugal», os visitantes da Festa podem ver referências ao processo revolucionário de Abril, às suas conquistas e ao projecto comunista. A exposição política é dedicada à 11.ª Assembleia da Organização Regional do Porto do PCP, agendada para 6 de Dezembro, que decorrerá sob o lema «Reforçar o Partido, unir e lutar – pelos valores de Abril no futuro de Portugal».

No espaço de Santarém, o 25 de Abril volta a estar em destaque, neste caso através de uma exposição fotográfica. A grande greve do Couço, há 48 anos, é também alvo de uma evocação. Já a Organização Regional de Setúbal realça a importância da Revolução de Abril e o papel que os comunistas tiveram, antes, durante e depois, na derrota do fascismo e na libertação do povo português. Entre as conquistas de Abril, destaca-se as nacionalizações de empresas e sectores estratégicos da economia nacional e regional, verdadeiras alavancas económicas que foram postas ao serviço do povo e do País. A devolução das freguesias ao povo também é sublinhada.

Quem passar pelo espaço de Viana do Castelo ficará a conhecer as problemáticas que afectam os produtores de vinho verde e de vinho alvarinho na região. Em Vila Real destaca-se o reforço da organização do Partido e a luta dos trabalhadores e das populações, partindo-se da recente assembleia de organização regional. O Douro também merece realce.

Notícia jornal «Avante!», Nº 2126 de 28 de Agosto de 2014

Festa do Avante!

Quinta da Atalaia, Av Baía do Seixal

2845-415 Amora-Seixal

E-mail: geral@festadoavante.pcp.pt

Tel: 212224000 | Fax: 212272516