Apresentação

Adeus Faraó, Nós Só Adoramos o Sol

de Nuno Gomes dos Santos

ApresentaçãoJosé Barata-Moura

«Adeus faraó, nós só adoramos o sol» é uma frase aparecida num pano mostrado na Praça Tahir, durante aquilo que se julgava ser uma revolução no Egipto, em 2011. O seu significado mantém-se; a revolução foi-se.

O enredo deste romance tem, não o Egipto, mas Portugal como pano de fundo e, como protagonistas, portugueses que disseram, à ditadura, adeus, olhando para o sol dos seus sonhos sem se precaverem contra os fazedores de eclipses.

No livro permanecem os adoradores do sol. Com algumas baixas nas fileiras e com bastantes feridos em combate. Menos fortes? Mais doridos? Sucumbindo? Seja. Mas assumindo o sonho, ou assomando à soleira dele. Como escreveu António Cardoso, «cuidado com o verde / a nascer / à superfície de mim / depois de enterrado...»

Mais em Festa do Livro

Apresentação

Contra Todas as Evidências (Poemas Reunidos II)

6, Sábado, 15:45

Apresentação

Obras Escolhidas (tomo V)

6, Sábado, 16:30

Apresentação

Guerra Colonial — A Conspiração

5, Sexta-Feira, 22:00

Mais Apresentação

Obras Escolhidas (tomo V)

Festa do Livro

6, Sábado, 16:30

Caderno Vermelho. O sentido actual da resistência cultural

Café-Concerto de Lisboa

6, Sábado, 17:00

Contra Todas as Evidências (Poemas Reunidos II)

Festa do Livro

6, Sábado, 15:45

Guerra Colonial — A Conspiração

Festa do Livro

5, Sexta-Feira, 22:00

Festa do Avante!

Quinta da Atalaia, Av Baía do Seixal

2845-415 Amora-Seixal

E-mail: geral@festadoavante.pcp.pt

Tel: 212224000 | Fax: 212272516