Café-Concerto de Lisboa

O Café Concerto de Lisboa é um dos espaços político-culturais de maior tradição na Festa do Avante! A sua história não pode ser resumida em poucas linhas. Pelo seu palco já passou música clássica, barroca e contemporânea. Já passou jazz, blues, rock, reggae, fado, folk, tango, flamenco, música popular e folclórica portuguesa e forró. Já passou música da Grécia, de Cabo Verde, de Itália, de Espanha, dos EUA, de Chipre, da Tunísia, do Uruguai, do Brasil, da Índia. Já passou dança clássica, dança do ventre, tango, sevilhanas. Já passou teatro, declamação, ilusionismo.

No palco do Café Concerto de Lisboa já estiveram José Gomes Ferreira e Dany Silva, Fernando Lopes-Graça e John Fromer; Carlos Paredes e Tito Paris; Manuel Gusmão e Les Elephants Terribles; Margarida Tengarrinha e Vincent Noak; Zé N’Gambi e Adriano Correia de Oliveira; Morais e Castro e Ennawrous; Eduardo Chitas e Kazzoo Love Orchestra; António Vitorino de Almeida e Gaitas de Foles de Bragança; Maria Alice e Urbano Tavares Rodrigues; Rebel Voices of Seattle e José Robert; Irmãos de Sangue e António Borges Coelho.

A lista seria infindável. Mas estes curtos exemplos mostram aspectos fundamentais da programação do Café Concerto de Lisboa: a diversidade de expressões que acolhe; a presença, lado a lado, das figuras mais consagradas e de jovens em início de carreira; de gente de todo o mundo e de diferentes gerações. De certa forma, o Café Concerto de Lisboa é uma expressão concentrada da grande Festa do Avante: o maior, o mais progressista, o mais culto e o mais fraternal lugar de encontro do nosso país.

O programa do Café Concerto – Festa do Avante! 2013

As marchas e os fados de lisboa, operários, republicanos e anarquistas, encontram a música de intervenção, a que já se cantou e a que se canta hoje.

Cantamos o fungagá mas não brincamos à caridadezinha, e temos mesmo de acabar com esta coisa de ter a direita no poder.

Visitamos o rock e o blues e homenageamos os cantautores folk dos estados unidos porque, tal como a deles, esta terra é a nossa terra e lutamos por ela.

Os barrigas aprendem qualquer coisa com os magriços, cantamos com a marfa e fechamos a festa! com a música da irlanda.

Acompanha o Café Concerto de Lisboa no Facebook

6, Sexta-Feira

Música

Pedro e Diana

22:40

Música

Telefonia

(Todo dia)

7, Sábado

Música

Fungaguinhos

19:00

Música

Fast Eddie Nelson

20:20

Música

GrandFathers House

21:40

Música

Los Saguaros

23:00

Música

Wolf Lips

00:20

8, Domingo

Teatro

Barrigas e Magriços

Teatro do Zero

14:00

Música

Marfa

19:30

Música

MagMell

20:50