Música

Katharsis

André Alves Bateria e Percussão
Tomás Alves Voz, Guitarra, Acordeão, Trombone
João Nunes Voz, Guitarra, Flauta Transversal, Saxofone
Rui Machado Saxofone
Yuri Antunes Voz, Trombone
Pedro Pereira Tuba, Baixo Eléctrico
Filipe Rocha Percussão
Joana Campelo Voz

O que mais marca nos Katharsis é serem voluntariamente inacabados, assumidamente impolidos e perfeitos na sua imperfeição.

Estão numa busca incansável pelo que há de mais além, e apesar de terem partido de uma sonoridade reggae, revelaram-se desde logo despretensiosos, descomprometidos e experimentadores. Isto permitiu-lhes viajar musicalmente aos mais recônditos cantos da terra, e às vezes ainda mais além! Com um sentido de humor único, passam de uma tenda de circo às areias da arábia, cavalgam no faroeste para se perderem num acampamento cigano… É por isto que a música que ouvimos soa tão singular e genuína como familiar e ancestral – é a música do mundo.

O ritmo é frenético, provocador e indignado. É uma revolta contra o compasso vulgar, comodista e inconsequente. É esta revolta que despoleta a transformação do Ser.

Katharsis

Navegação